ESQUECEU SENHA?

“A pintura do capacete é a outra face do piloto, que lhe dá uma identificação quando está em ação nas pistas, e me sinto feliz por poder participar da criação da sua imagem, peça valiosa e importante no decorrer da sua carreira. Sinto-me gratificado pelo reconhecimento pleno que tenho tido na minha profissão.”


37389398701_7baf8b1a05_o
37389395941_a66bae361f_o
36680408554_4ac3cba0b8_o

No início dos anos 70, Cloacyr Sidney Mosca, o Sid Mosca, entrou para o mundo das corridas como piloto, mas o visual agressivo da pintura de seu carro se destacou muito mais do que suas habilidades na pista. Logo surgiram pedidos para customização dos carros de outros pilotos!

Um dos primeiros carros personalizados foi a icônica Brasilia azul e laranja pilotada por Ingo Hoffmann na divisão 3, em 1973.

Em meados de 1974 Sid recebeu sua primeira proposta para personalizar um capacete, e desde então nunca mais parou.

Com seu olhar futurista, cores e traços marcantes, deixou as pistas mais coloridas, deu pitadas de aerodinâmica em seus desenhos, consolidou seu nome no mercado e o transformou em uma grife reconhecida no mundo todo.

Sid Mosca fez e ainda faz história. Despertou nos brasileiros o amor pelas cores da bandeira nacional ao criar a sua pintura mais icônica para o piloto Ayrton Senna, impressionou grandes figuras do automobilismo, como Colin Chapman, ao pintar em 12 horas a Lotus de Mario Andretti no GP do Brasil de 1977, que havia sido destruída pelo fogo; foi escolhido por Bernie Ecclestone para criar uma série de 50 unidades de capacetes homenageando pilotos ilustres da F1, e tantos outros momentos especiais!

Construiu sua empresa ao lado de seu filho Alan Mosca, que sempre dividiu com o pai o amor pelas pistas. Juntos “fizeram a cabeça” de milhares de pilotos com suas ideias inquietantes e muito carisma, não só atraindo clientes, como também fazendo deles bons amigos, torcendo e vibrando junto!

Em julho de 2011, Sid Mosca foi colorir os céus. Mas sua arte vive atualmente pelas mãos de seu filho Alan Mosca, sua neta Stella Mosca, e uma equipe de colaboradores que aprendeu com o mestre a arte da personalização.

TOPO